Páginas

sábado, 21 de outubro de 2017

Foz do Iguaçu - dia 3: Puerto Iguazu (ARG)

No dia 25/07, fomos aos 2 países vizinhos: Paraguai durante o dia e Argentina a noite. E voltamos ao Brasil para dormir. Muito legal isso.


Fizemos um city tour a Puerto Iguazu e, diferentemente do Paraguai, paramos na aduana na ida e na volta. O motorista/guia pegou nossos documentos e fez os trâmites todos, então nem sabemos o que precisa fazer. Só demos nossos RG (não temos passaporte) e ele resolveu tudo. Foi rápido. Fomos com a empresa Rede viagens e turismo e foi perfeito pois era só nos 2 e mais um rapaz, Diego, de Mato Grosso do Sul. O guia era ótimo e fizemos tudo do nosso jeito. Passamos pela Ponte Tancredo Neves, que liga os 2 países. Metade é pintada de verde e amarelo e outra de azul e branco, então dá pra ver bem onde começa um país e termina o outro.




Fomos ao Hito de las fronteras, o marco das 3 fronteiras do lado argentino. É aberto, tipo uma praça, e fica bastante gente em volta. Lindo, bem cuidado e grátis. As crianças estavam se divertindo nas águas. Tem uma feirinha ao lado que vende artesanato, imã de geladeira, essas coisas.





video


Depois ficamos ali pelo centro (enquando Diego foi ao Ice Bar) e foi a melhor coisa que fizemos. Saímos andando pelas ruas, vendo as coisas como gostamos de fazer. Vimos o incrível cruzamento de 7 ruas e tive que gravar, porque não dá pra sair tudo na foto.


video



De lá fomos conhecer o famoso alfajor da Capriccio, uma fábrica artesanal. Foi muito bom. Fica um moço bem diveertido dando explicações sobre os alfajores e sobre as geleias, doce de leite, temperos que eles fazem e dando prova. Tudo divino e delicioso. Compramos 2 caixas dos maravilhosos alfajores.




Depois fomos para La Feirinha, que é muito boa. Uma feira que vende azeitonas recheadas com tudo quanto é coisa (palmito, pimenta, cebola, calabresa, queijo...), alfajores, doce de leite e muitos outros produtos alimentícios. E tem vários restaurantes, todos simples e bem animados. Escolhemos um aleatoriamente e comemos empanadas deliciosas e bebemos Quilmes, a cerveja local. Foi bom demais, nos sentimos locais.






Daí deu a hora de reencontrarmos o guia para irmos ao Casino Iguazu. Nenhum de nós 3 estava muito animado para ir, mas fomos de curiosidade, já que a empresa nos dava voucher de R$10 para jogar nas máquinas e 1 bebida (suco ou café). Eu e Diego tomamos um delicioso suco de manzana e Con preferiu o café. E fomos jogar. Eu ganhei R$25 na máquina daquelas que sai apertando (eu sem entender nada só apertava a parada) e a danada danou a rodar e rodar e vi que ganhei. Fomos trocar no caixa pelo dinheiro e fomos embora. Sorte de principiante. Pena que é proibido tirar foto lá dentro.



Nem fomos ao Duty Free, que tava incluído no passeio. Eu e Con exaustos do Paraguai o dia todo e Diego estava lá para um congresso da faculdade e ia apresentar trabalho no dia seguinte. Fomos embora de volta ao Brasil. Mesmo procedimento na Aduana e cada um ficou no seu hotel. Amei!!!

Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα

sábado, 30 de setembro de 2017

Livros & Filmes: setembro



Dois a dois: Russ é casado com Vivian e eles tem uma linda filha de 5 anos, London. Quando Russ fica desempregado, Vivian começa a trabalhar e se envolve com seu chefe milionário e pede o divórcio. Ela se muda para Atlanta e Ruas precisa aprender a cuidar de London enquanto tenta captar cliente sua empresa de publicidade recém aberta. Russ tem pais ótimos e Marge, sua irmã e melhor amiga, e sua companheira Lis para o apoiar nessa fase difícil. Ele reencontra Emily, uma antiga namorada, recém divorciada, e viram melhores amigos de novo. Ao mesmo tempo que o relacionamento deles vai evoluindo para algo mais, uma tragédia familiar acontece para mudar tudo. Se não fosse isso, não seria Nicholas Sparks. Tava até estranhando tudo se encaminhando tão feliz. Mais um livro maravilhoso do Nicholas. AMOOOO!

Sinopse: Com uma carreira bem-sucedida, uma linda esposa e uma adorável filha de 6 anos, Russell Green tem uma vida de dar inveja. Ele está tão certo de que essa paz reinará para sempre que não percebe quando a situação começa a sair dos trilhos. Em questão de meses, Russ perde o emprego e a confiança da esposa, que se afasta dele e se vê obrigada a voltar a trabalhar. Precisando lutar para se adaptar a uma nova realidade, ele se desdobra para cuidar da filhinha, London, e começa a reinventar a vida profissional e afetiva – e a se abrir para antigas e novas emoções. Lançando-se nesse universo desconhecido, Russ embarca com London numa jornada ao mesmo tempo assustadora e gratificante, que testará suas habilidades e seu equilíbrio emocional além do que ele poderia ter imaginado. Em Dois a dois, Nicholas Sparks conta a história de um homem que precisa se redescobrir e buscar qualidades que nem desconfiava possuir para lutar pelo que é mais importante na vida: aqueles que amamos.


Mil beijos de garoto: Rune se mudou aos 5 anos para os EUA vindo da Noruega e logo fez amizade com sua vizinha Poppy e se tornaram inseparáveis desde então. Antes de morrer, a vó de Poppy deu um pote a ela com mil corações de papael dentro, para ela preencher com cada beijo 'tão especial quanto é possível ser especial' do amor da sua vida. E aos 8 anos ela preencheu o primeiro do seu primeiro beijo dado em Rune. Amor lindo, fofo, verdadeiro e com alguns imprevistos no meio. Lindo, emocionante. Quando terminei de ler dei um abraço bem apertado e um beijo no livro, porque ele é tão especial quanto é possível ser especial. E meu coração quase explodiu.

Sinopse: Um beijo dura um instante. Mas mil beijos podem durar uma vida inteira. Um garoto. Uma garota. Um vínculo que é definido num momento e se prolonga por uma década. Um vínculo que nem o tempo nem a distância podem romper. Um vínculo que vai durar para sempre. Ao menos era o que eles imaginavam. Quando, aos dezessete anos, Rune Kristiansen retorna da Noruega para o lugar onde passou a infância – a cidade americana de Blossom Grove, na Geórgia –, ele só tem uma coisa em mente: reencontrar Poppy Litchfield, a garota que era sua cara-metade e que tinha prometido esperar fielmente por seu retorno. E ele quer descobrir por que, nos dois anos em que esteve fora, ela o deletou de sua vida sem dar nenhuma explicação.


Pegando fogo (Rosemary Beach #13): A história da polêmica Nan, irmã de Rush Finlay. Major tenta reconquistar Nan depois dela ter desistido dele por ser um mulherengo inveterado. Ela viaja a Vegas e conhece Gannon (que na verdade é Cope, chefe do Major) que foi até lá para tentar arrancar um segredo dela. O que era pra ser trabalho, vira atração e desencontros. Prova de que o amor pode mudar as pessoas. Gostei.

Sinopse: Nan Dillon, a bad girl de Rosemary Beach, é uma garota imatura e egoísta que não tem outra preocupação na vida a não ser manter o corpinho perfeito. Só que Nan está longe de ser feliz: nunca teve o amor dos pais, o irmão adorado não tem mais tempo para ela, e Grant, o único homem de quem gostou de verdade, resolveu trocá-la pela meia-irmã dela. Então, quando Major Colt a convida para sair, ela não pensa duas vezes. Apesar de saber que esse texano charmoso e de fala mansa não quer nada sério, ficar com ele é melhor do que estar com as colegas fúteis ou passar as noites sozinha vendo televisão. Mas logo Nan fica farta do comportamento descompromissado de Major e, depois que ele a deixa plantada em casa mais uma vez, decide ir a Las Vegas para um fim de semana sem regras e sem limites. Lá, conhece Gannon, um empresário sedutor e perigoso que sempre diz exatamente o que ela quer ouvir. Quando Major vai atrás dela implorar por uma segunda chance e Gannon mostra que não é tão perfeito quanto ela pensava, Nan tem que decidir a quem entregar seu coração. O que ela não percebe é que os dois têm uma estratégia de longo prazo para ela - e já estão várias jogadas à sua frente.

Se nada der certo até os 30, você se casa comigo?: Steph era namorada de James e, assim, conheceu seu melhor amigo Linden e se tornaram um trio insuperável. Quando tinham 25 anos, Linden fez um pacto com Steph que se eles estivessem solteiros aos 30, iriam se casar. Entre encontros e desencontros, ambos chegam aos 30 namorando outras pessoas, mas uma viagem de casal e uma brincadeira de adolescentes muda tudo. Livro gostoso de ler, daqueles que não dá vontade de parar. Adorei!

Sinopse: Era para ser só uma promessa de dedinho... Linden McGregor é alto, robusto e incrivelmente bonito, um piloto de helicóptero com sotaque escocês e charme de sobra. Stephanie Robson é bonita, engraçada e uma mulher de negócios ambiciosa – e irresistível. Os dois são melhores amigos desde sempre, mas alguns relacionamentos não podem ser classificados ou domados depois que surge a primeira faísca de desejo. Aos seus vinte e poucos anos, cansados do drama de suas tentativas amorosas, Steph e Linden resolvem fazer um pacto, uma promessa de dedinho: se casariam um com o outro se nenhum dos dois estivesse em um relacionamento sério quando chegassem aos 30. Naquele momento, entre uma cerveja e outra, essa ideia lhes pareceu um jogo divertido, no entanto, com os anos se passando e amantes indo e vindo de suas vidas, o pacto começa a lhes cobrar uma resposta. Sexo será inevitável. A amizade será testada. Seus corações estão preparados? O pacto está prestes a mudar tudo!

Cadê você, Bernadette?: Bernadete é uma arquiteta que ganhou um prêmio muito importante da arquitetura, mas depois de um trauma, nunca mais trabalhou e virou antissocial. Ela é mãe da Bee, uma adolescente de 15 anos estudiosa e apaixonada pelo Antártida. É é casada com Elgin que é um gênio e trabalha na Microsoft e tem o 4a. Palestra mais visto do TED. Família perfeita? Longe disso. Bernadette se envolve com amafiabrussia, o marido acha que ela ta louca e quer interná-la numa clinica psiquiátrica, ela some... eu gargalhei lendo esse livro. Ri muito mesmo. Recomendo.

Sinopse: Bernadette Fox é notável. Aos olhos de seu marido, guru tecnológico da Microsoft e rock star do mundo nerd, ela se torna mais maníaca a cada dia; para as demais mães da Galer Street, escola liberal frequentada pela elite de Seattle, ela só causa desgosto; os especialistas em design ainda a consideram uma gênia da arquitetura sustentável, e Bee, sua filha de quinze anos, acha que tem a melhor mãe do mundo. Até que Bernadette desaparece do mapa. Tudo começa quando Bee mostra seu boletim (impecável) e reivindica a prometida recompensa: uma viagem de família à Antártida. Mas Bernadette tem tal ojeriza a Seattle - e às pessoas em geral - que evita ao máximo sair de casa, e contratou uma assistente virtual na Índia para realizar suas tarefas mais básicas. Uma viagem ao extremo sul do planeta é uma perspectiva um tanto problemática. Para encontrar sua mãe, Bee compila e-mails, documentos oficiais e correspondências secretas, buscando entender quem é essa mulher que ela acreditava conhecer tão bem e o motivo de seu desaparecimento. Maria Semple revela, em seu segundo romance, a influência de grandes escritores contemporâneos como Jonathan Franzen e Jeffrey Eugenides, ao mesmo tempo que se afirma como uma voz original, marcada pelo melhor humor das séries de TV norte-americanas. Sem sentimentalismos, mas com muita empatia, Cadê você, Bernadette? trata do amor incondicional de uma filha por sua mãe imperfeita.






De repente 30: já vi mil vezes, e quantas vezes passar e eu tiver de bobeira, verei novamente. Simplesmente amo. Fofo toda vida.

Sinopse: Jenna Rink (Christa B. Allen) é uma garota que está descontente com sua própria idade, já que seus colegas mais populares da escola não lhe dão atenção, seus pais ficam sempre no seu pé e o garoto por quem está apaixonada nem sabe que ela existe. A única amizade que Jenna possui é Matt Flamhaff (Sean Marquette), seu vizinho. Para tentar reverter a situação Jenna decide por ter uma grande festa para o seu 13º aniversário, convidando todos os adolescentes que conhece. Porém o que deveria ser sua consagração se transforma num grande desastre, após Jenna ser trancada em um armário devido a uma brincadeira e ser completamente esquecida pelos demais presentes na festa. Triste, Jenna faz um pedido: virar adulta de repente, para ter a vida com que sempre sonhou. O pedido milagrosamente se torna realidade e, no dia seguinte, Jenna (Jennifer Garner) desperta em 2004 e com 30 anos de idade. De início Jenna fica assustada com as novidades de sua vida, mas aos poucos fica cada vez mais encantada por ter se tornado tudo aquilo que sempre sonhou ser. Porém, quando tenta reencontrar Matt (Mark Ruffalo), Jenna descobre que perdeu contato com ele há vários anos e que agora ele está prestes a se casar.

Annabelle: meus alunos sempre falam desse filme e eu fiquei curiosa para ver. Confesso que achei que fosse bem bobinho, mas me surpreendeu positivamente. Gostei!

Sinopse: Um casal se prepara para a chegada de sua primeira filha e compra para ela uma boneca. Quando sua casa é invadida por membros de uma seita, o casal é violentamente atacado e a boneca, Anabelle, se torna recipiente de uma entidade do mal.





Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα

domingo, 24 de setembro de 2017

Rock in Rio 2017

Ontem, 23/09, fui ao Rock um Rio com Conrado (nossa 1a. Vez juntos no festival) e minha irmã.



 Entramos e fomos.surpreendidos pelo Muro dos campeões, onde tem todos.os campeões dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Impossível não sentir saudade daqueles momentos.



 Fomos logo procurando a Rock Street, Pois queríamos ver o show de Bernard et Alfred, os primos de Burundi que são especialistas em Umuduri, o ancestral do berimbau. E superou todas as expectativas. Showzaço.



video




Num momento teve o 'encontro' com o nosso berimbau, e até capoeira joguei no Rock in Rio.



video

video

Depois fomos pro palco Sunset ver show do Cidade Negra cantando as musicas do Gilberto Gil. Amamos.



Hora de dar uma volta e ir conhecer o Rock District, ver a calçada da fama e curtir um pouco o espaço. Aproveitamos pra comer por lá, já que tinha muitas opções e as lanchonetes não tavam tão cheias quanto próximo aos palcos.




Vimos os fogos da aberura do palco mundo de lá e também ouvimos o show dos Titãs também.


video


Paramos um momento pra descansar, deitar na canga e ver/ouvir o show do incubus, que achei bem jornalzinho, nada demais. Foi perfeito pra descansar e recarregar as baterias.



O The Who foi maravilhoso, curtimos muitos. Os coroas estão mandando ver bem demais.


video

E pra fechar com chave de ouro, meus amados Guns n Roses. Meu trio amado Axl, Slash e Duff. Combinação mais que perfeita. Foram 3 horas e meia de show, tornando-o mais.longo da história do Rock in Rio. Foi pra lavar a alma.





Se alegria matasse, eu morria. Tocaram até My Michelle.

video




Obs: post sem formatação, pois fiz do celular. Vou tentar pegar o costume de postar e visitar os blogs amigos por aqui. Raramente ligo o notebook agora.


Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Foz do Iguaçú - dia 3: compras no Paraguai




Depois do city tour no Paraguai, voltamos para o shopping ciudad del este, onde almoçamos um prato feito rapidinho e fomos aproveitar nossas 4 horas restantes (antes de ter que pegar a van para voltar) para conhecer a muvuca.



Eu necessitava comprar uma câmera fotográfica. Fui cheia das dicas que peguei nos blogs de viagem e já fui direto para uma das lojas recomendadas como confiável, a Casa Nissei. Até falei com um dos vendedores antes pelo messenger e entrei no site de algumas lojas confiáveis para ver modelos e preços de câmeras no estilo que eu queria. Dei print e mostrava ao vendedor no celular. Levei dólar e paguei nessa moeda, conforme li que seria melhor também.


Acabei comprando shampoo (R$31) , condicionador (R$31) e shampoo a seco da Aussie (R$3 ou 5, nem lembro mais, pois comprei 4 - para minha mãe e irmã, além de esmalte), que estavam super baratos no shopping Ciudad del Este. Paguei em Real mesmo.



Uma coisa que eu não tinha ouvido falar é que lá é muito quente e tudo é ladeira. Então bora preparar as pernas para subir muito no calor. Não fui na intenção de comprar nada além da câmera, então achamos melhor ir aos shoppings para ficar no ar condicionado. 



Fomos ao Shopping Paris, que tanto ouvimos falar, mas não compramos nada por lá. Chegamos a pegar umas coisinhas no shopping China (que fica dentro do shopping Paris), mas a fila para pagar estava tão grande que desistimos.



Tinha lido tanto falando que Ciudad del Este é suja, caótica e tal, que achei tranquila. Acho que fui esperando algo muito pior e acabei gostando. Achei tranquila.


Leia mais: Ciudad del Este é assim, Roteiro de 5 dias em Foz, Paraguai e Argentina, Compras no Paraguai,  como fazer compras no Paraguai,  Compras no Paraguai


Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Foz do Iguaçú - dia 3: city tour no Paraguai

Na 3a. feira, dia 25/07, fomos a Ciudad del Este, no Paraguai, também com a Loumar turismo. Passamos pela ponte da amizade e não fomos parados na aduana nem na ida nem na volta. Tudo liberado. Isso é meio bizarro e assustador.


Trocamos de ônibus para o de uma empresa local (Emperatriz viajes/turismo) e começamos o city tour propriamente dito. A 1a. parada foi na Catedral San Blas , que tem formato de navio quando vista de lado. Adorei o vitral com as Santas Padroeiras dos 3 países e conhecer o único santo paraguaio: San Roque Gonzáles. 



San Roque Gonzáles

A 2a. parada foi numa Mesquita Muçulmana Alkhaulafa Al-Rashdeen (Mesquita Del Este), onde as mulheres colocam um véu para entrar e todos tiram os sapatos. Peguei uns livros sobre o islã para ler, eles tinham para doação. Fico curiosa para saber mais a respeito dessa religião.




Depois paramos numa padaria (Chiperia Mi Abuela) com comidas típicas paraguaias e aceitava pagamento em real. Compramos uns doces, refrigerante paraguaio e a sopa paraguaia, que é sólida. Segundo a guia, foi um acidente culinário que começou quando Mariscal Lopez pediu a sopa para servir numa recepção na sua casa e a criada fez muito grossa, então levou ao forno e virou a famosa sopa paraguaia. Achamos deliciosa. Obs.: A sopa nossa lá é chamada de caldo.



sopa paraguaia

Barraca de tererê, tem várias espalhadas pela rua. E em todo canto vemos pessoas com suas garrafas e seu tererê. Eles bebem gelado. Nós não provamos porque não tínhamos garrafa (ninguém da excursão tinha) e eles não tem copo nem nada. As pessoas já levam suas garrafas térmicas.





Paramos também no Lago de la Republica, um lago artificial num bairro classe média alta, bem bonito. E de lá da pra ver os prédios de Ciudad del Este na área de compras. Uma paz perto da muvuca. Ruas vazias, tranquilas. 





Paramos também na Paroquia San Lucas, mais moderna, linda. As portas de madeira são um espetáculo. E na lateral tem um mural com a Virgem de Caacupé, a virgem padroeira do Paraguai.





De lá fomos para nossa última parada, que era mais distante, em Presidente Franco, um distrito do Paraguai. Fomos ver as cataratas paraguais, o Salto Monday, que na língua guaraní significa "águas que roubam" (segundo a guia, tem esse nome porque os índios lavavam as roupas nas águas e a correnteza carregava). Lindo demais!!! Pegamos o elevador panorâmico e descemos bem pertinho, onde respingava uma água gostosa.








Na lojinha do Parque tomamos uma cerveja paraguaia. Bem normal, mas foi ótima para refrescar. A Fanta de piña (abacaxi) é deliciosa demais. O calor tava de lascar em julho.


De lá, voltamos para Ciudad del Este e fomos às compras. Mas é assunto pro próximo post.



Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα